info@fproducao.pt (+351) 213 621 648

FILIPE MELO TRIO

Tendo percorrido inúmeros festivais e clubes de jazz como sideman, o músico apresenta finalmente um programa de música original, cinematográfica e pessoal e onde reflecte as suas inúmeras influências e inspirações, e as combina de uma forma única.
 
Neste trio, existe uma cumplicidade entre os elementos que permite a completa desconstrução a partir da composição e da improvisação. O resultado é uma aventura constante para os músicos e para os ouvintes.
 
Filipe iniciou os estudos musicais como auto-didacta, e posteriormente no Hot Clube de Portugal e no Berklee College of Music, em Boston onde foi o pianista da Big Band dessa universidade. Ao voltar a Portugal, ganhou o prémio revelação Luiz Villas-Boas da Câmara de Cascais, o "Outstanding Musicianship Award" da Berklee e prémio de Músico do Ano no site Jazzportugal. 
Predominantemente ligado ao jazz, trabalhou com músicos como Benny Golson, Seamus Blake, John Ellis, Peter Bernstein, Omer Avital, Donald Harrison Jr., Jesse Davis, Sheila Jordan, Paulinho Braga, Jordi Rossy, Swingle Singers, Martin Taylor, Perico Sambeat, Herb Geller, Orquestra de Jazz do Hotclube, Orquestra Metropolitana, Orquestra Sinfónica Portuguesa, entre muitos outros. Também trabalha como compositor, pianista ou arranjador com músicos de outras áreas, como The Legendary Tigerman, António Zambujo, Old Jerusalem, Carlos do Carmo, GNR, Camané, David Fonseca, Marta Hugon, Sérgio Carolino e Carmen Souza. 
 
Conta com mais de 20 discos gravados como "sideman" e fez bandas-sonoras para várias peças de teatro. Enquanto músico de Jazz, tocou em vários dos mais conceituados festivais e clubes do mundo: Red Sea Jazz Festival, Luanda Jazz Festival, Duc des Lombards, Cairo Jazz Festival, etc. Em 2011, ganhou o Festival de Jazz de Bucareste e o prémio Carlos Paredes com o grupo do contrabaixista André Carvalho.  Foi um dos directores musicais do projecto musical "Deixem o Pimba em Paz", com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo. 
 
É também realizador de cinema e argumentista de Banda Desenhada. Venceu o Fantasporto e o Méliès d´Or (e ainda outros 21 prémios) com a sua curta metragem "I´ll see you in my Dreams". Edita os seus livros pela Tinta-da-China em Portugal, pela Dark Horse Comics nos EUA e pela Devir no Brasil. Em 2012 foi convidado a escrever para a Dark Horse Presents, uma antologia comemorativa dos 25 anos da editora, ao lado de Frank Miller e Mike Mignola. É o criador da trilogia "As Aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy" que conta com prefácios dos lendários realizadores de cinema John Landis, George A. Romero e Tobe Hooper. Em 2016, editou o álbum "Os Vampiros", um livro de BD passado na Guerra Colonial.
 
Actualmente, é professor na Escola Superior de Música de Lisboa.